Quem sou eu

Minha foto
Graduada em Educação Física-Licenciatura Plena UFES. Especialista em Docência do Ensino Superior - UFC. Mestrado em Desenvolvimento Humano e Tecnologias - UNESP - Rio Claro/SP.
(...) não morro sem ver a Capoeira reconhecida como Educação Física, e das boas. [...] Que linda a educação que encanta, jogada, dançada, cantada. João Batista Freire (SILVA; HEINE, 2008, p.16).

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

PCN, Temas Transversais e Capoeira

Baseados na Constituição Federal, os Parâmetros Curriculares Nacionais– PCN – (BRASIL, 1998), sugerem uma educação cidadã, apontando, dentre outros, os seguintes princípios que irão nortear a escola: a dignidade da pessoa humana; a igualdade de direitos; a participação; e a co-responsabilidade pela vida social. Sob este prisma são propostos os temas transversais, a serem trabalhados por todas as disciplinas escolares, divididos didaticamente em: Ética; Pluralidade Cultural; Meio Ambiente; Saúde; Orientação Sexual; e Trabalho e Consumo.
Na Educação Física, os temas transversais podem ser aplicados por meio de variados temas da cultura corporal, neste caso específico a Capoeira, utilizando-se de suas potencialidades educacionais, linguagem ética, diversidade cultural, historicidade, o contexto atual, dentre outros.
De acordo com Silva e Darido (2011), a Capoeira é hoje, um tema presente em muitas propostas curriculares dos Estados brasileiros para a Educação Física, aparecendo, em sua maioria, no eixo temático Lutas - São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Sergipe; como Jogos e Brincadeiras em Minas Gerais; e em Rondônia como Lutas e Dança, se fazendo, cada vez mais necessária, sua exploração científica do ponto de vista pedagógico.
Contudo, como é possível trabalhar os Temas Transversais por meio da Capoeira? De que forma estas informações e saberes podem chegar de maneira fácil, rápida e eficiente para os professores? Quais as possiblidades de tornar estes saberes compartilhados, discutidos e retroalimentados pelos especialistas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário