Quem sou eu

Minha foto
Graduada em Educação Física-Licenciatura Plena UFES. Especialista em Docência do Ensino Superior - UFC. Mestrado em Desenvolvimento Humano e Tecnologias - UNESP - Rio Claro/SP.
(...) não morro sem ver a Capoeira reconhecida como Educação Física, e das boas. [...] Que linda a educação que encanta, jogada, dançada, cantada. João Batista Freire (SILVA; HEINE, 2008, p.16).

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Pluralidade Cultural

Filhos de uma nação multicultural como o Brasil, o qual foi formado por diversas etnias, como as portuguesas, italianas, os índios e os negros africanos, dentre outros, pode-se afirmar ser necessário que cada brasileiro entenda, respeite e valorize estas diferentes culturas, que trouxeram e ainda trazem seus costumes, crenças e valores (DARIDO, 2006).
Deste modo o papel da escola se torna fundamental para auxiliar os alunos a desenvolverem a consciência da diversidade, que faz parte da humanidade, ou seja, o respeito à alteridade do outro, o que é possível quando ela é reconhecida como uma possibilidade passível de ser humana; como uma possibilidade constitutiva de si mesmo (FORQUIN, 1993).
No caso da Capoeira, a Pluralidade Cultural é aparente, uma vez ela própria ter nascido das diferentes etnias africanas em terras nacionais, ou seja, suas raízes são negras e hoje é praticada por milhões de pessoas, de variadas culturas, no Brasil e no exterior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário