Quem sou eu

Minha foto
Graduada em Educação Física-Licenciatura Plena UFES. Especialista em Docência do Ensino Superior - UFC. Mestrado em Desenvolvimento Humano e Tecnologias - UNESP - Rio Claro/SP.
(...) não morro sem ver a Capoeira reconhecida como Educação Física, e das boas. [...] Que linda a educação que encanta, jogada, dançada, cantada. João Batista Freire (SILVA; HEINE, 2008, p.16).

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Trabalho e Consumo

Vivendo em um país de sistema econômico capitalista, é necessário entender as relações de trabalho e consumo que o envolvem, por isso a importância de abordar este tema, relacionando-o com os conteúdos da Educação Física, uma vez as atividades físicas terem se tornado um setor  de influência ao consumimo desenfreado (DARIDO, 2006).
Há uma demanda emergente no meio capoeirístico que pode ser relacionado com este tema que são a produção de vestimentas para o meio: abadás (calça de Capoeira) estilizados, fora dos padrões, que na verdade são para passeio e não para os treinamentos, bem como de camisas, agasalhos, camisetas, bermudas, além de acessórios com os símbolos que identificam a Capoeira e suvenir. 
Além destes pode-se ressaltar os altos valores cobrados por alguns mestres, no batizado de Capoeira, no qual o aluno receberá sua corda, a camisa do evento e será batizado (primeira graduação), ou trocará de corda, bem como seu certificado. Há uma disparidade significativa no que diz respeito ao valor que é cobrado entre os diferentes grupos de Capoeira, contudo o custo é relativamente o mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário