Quem sou eu

Minha foto
Graduada em Educação Física-Licenciatura Plena UFES. Especialista em Docência do Ensino Superior - UFC. Mestrado em Desenvolvimento Humano e Tecnologias - UNESP - Rio Claro/SP.
(...) não morro sem ver a Capoeira reconhecida como Educação Física, e das boas. [...] Que linda a educação que encanta, jogada, dançada, cantada. João Batista Freire (SILVA; HEINE, 2008, p.16).

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Saúde

Ter saúde vai além de ter um corpo saudável, envolve dimensões físicas, psíquicas, sociais e espirituais, buscando-se o equilíbrio entre elas. Portanto tratar deste tema nas aulas de Educação Física fundamenta-se no exercício da cidadania, onde deve-se habilitar o aluno a apropriar-se de conceitos, fatos e princípios para que este possa tomar decisões que vão gerar atitudes saudáveis inseridos em sua realidade (DARIDO, 2006).
Os objetivos na escola, desta abordagem, apóiam-se na prevenção e manutenção da saúde, e proporcionam ao aluno conhecer os limites de seu corpo, conscientizar-se da importância da atividade física e informar-se sobre sua prática de maneira adequada, autônoma e consciente.
Muitos são os alunos que exageram em sua na prática; além de fazer a aula, realizam os exercícios em casa, longe do olhar do professor, de forma errônea, durante um tempo não recomendado e com repetições excessivas, chegando à exaustão. Na ânsia de aprender e conseguir realizar movimentos novos e esteticamente melhor desenvolvidos, muitos se lesionam tanto física como psicologicamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário